You are currently viewing O “PORQUÊ” DENTRO DO MÉTODO MBP

O “PORQUÊ” DENTRO DO MÉTODO MBP

No artigo da semana passada nos aprofundamos no Método MBP, que destacou a importância de fazer o treinador entender o futebol como um fenômeno complexo. Assim, através da metodologia MBP, o formador seria capaz de responder às seguintes questões: o que treinar, como e quando? e por que?

Durante esta análise, vamos nos concentrar no “porquê” entendemos o futebol a partir dessa complexidade, e como a ciência pode ajudar o treinador a saber quais são os conceitos a treinar em todos os momentos.

Aqui da MBP School of Coaches (2019) definimos o futebol como um fenômeno, isto se deve às interações simultâneas dos elementos (treinadores, jogadores, imprensa, …) que o formam, podendo compreender cada um deles separadamente, mas por sua vez, ligados uns aos outros, eles formam o futebol.

Portanto, na MBP utilizamos a epistemologia como ferramenta para analisar os elementos mencionados na seção, ou seja, aqueles que compõem o futebol e nos permitem compreender seu funcionamento.

Além disso, deve-se destacar que o futebol é um esporte em que a mesma ação nunca se repete, pode haver padrões semelhantes, mas será difícil encontrar situações idênticas (por isso não há respostas universais).

Assim, para entender o futebol, devemos usar a ciência e o uso de conhecimentos complexos, que serão vitais para entender sua globalidade.

Para entender melhor a complexidade, Balagué i Torrents (2015) define complexidade por meio de princípios essenciais que podem ser interpretados dentro de cada sistema complexo:

1- Incerteza
2- Globalidade
3- Não linearidade
4- Interdependência
5- Emergência espontânea

Portanto, uma vez entendida a complexidade e a relação do futebol com ela através da epistemologia, o treinador deve estar atento aos diferentes elementos que compõem o futebol, pois por sua vez, estar atento aos princípios essenciais da complexidade na escolha dos conceitos a treinar.

Concluindo, o método MBP pretende ajudar o treinador a compreender a complexidade do jogo, consciencializando o indivíduo para a incerteza que constitui o “jogo”, portanto, é imprescindível compreender este esporte a partir de bases científicas.

 

Deixe uma resposta