O Plano de Jogo: quais são as 5 etapas que devem ser levadas em consideração?

O Plano de Jogo: quais são as 5 etapas que devem ser levadas em consideração?

O plano de jogo é uma das chaves do futebol de hoje, pois as equipes têm cada vez menos tempo de treinamento. Portanto, será fundamental entender e saber o que deve ser levado em consideração para projetá-lo.

Hoje vamos explicar 5 etapas a serem levadas em consideração para gerar um plano de jogo de acordo com sua equipe e adversário.

• O primeiro fator a se ter em conta é a análise do adversário, pois cada uma das equipes contra qual haverá confronto apresentará um comportamento diferente. Dessa forma, é imprescindível realizar uma análise exaustiva do adversário, tanto estrutural como comportamentalmente, bem como as bolas paradas e o perfil individual dos seus jogadores.

• O segundo e terceiro aspectos a ter em conta são: a filtragem de todas as informações e o desenvolvimento dos padrões metodológicos, conforme explicamos no artigo “DA ANÁLISE AO CAMPO DE JOGO

• A quarta e mais importante etapa neste processo é a sua própria equipe. A partir daqui, você deve decidir qual percentual deseja adaptar em função do rival dentro de seus comportamentos nos diferentes momentos e fases do jogo dentro de seu modelo de jogo. Dentro deste aspecto, será muito importante que a equipe não perca a sua própria essência.

• A quinta e última etapa é a geração de “cenários”. Esses cenários são os ajustes estruturais e comportamentais que a equipe irá adotar em momentos muito específicos do jogo, onde identificamos que a estrutura e comportamento da equipe adversária pode tornar muito difícil o desenvolvimento de nossos princípios ou sub-princípios do jogo assinalado pelo modelo de jogo.

Por exemplo, se o princípio da equipe no momento da partida estática de defesa é fazer uma marcação individual com a intenção de forçar o adversário a jogar por muito tempo, e você joga contra uma equipe onde seus atacantes têm um domínio muito alto de passe no jogo, um cenário possível será modificar esse princípio com o intuito de liberar a equipe adversária para jogar de forma compacta e então executar uma possível pressão.

Por fim, outros aspectos que devem ser levados em consideração e não menos importantes, são as interpretações das sequências que programamos dentro do nosso modelo de jogo. O fato de ter preparado e treinado certos ajustes com base em determinadas situações relacionadas ao minuto de jogo, pontuação, ou possíveis expulsões, ajudará a equipe a se manter competitiva ao se adaptar a essas novas situações.

Captura de tela 2021 05 06 140704 O Plano de Jogo: quais são as 5 etapas que devem ser levadas em consideração? MBP

Deixe uma resposta